InícioGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Alte que aí vamos nós outra vez (14MAR2015)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Cobra

avatar

Mensagens : 2449
Data de inscrição : 24/04/2009

MensagemAssunto: Alte que aí vamos nós outra vez (14MAR2015)   Sab 14 Mar 2015, 22:01

Mais um belo passeio, top no que toca a estrada e paisagem.

Início: 14.03.2015, 6:48
Fim: 14.03.2015, 19:55
Distância: 611kms
Movimento: 9:39:47
Parado: 3:27:22
Total: 13:07:09
Altitude Mínima: 0m
Altitude Máxima: 580m

<60km/h: 16,7%
<100km/h: 58,6%
<150km/h: 24,6%
+150km/h: 0,2%






E de seguida claro, as fotos.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Cobra

avatar

Mensagens : 2449
Data de inscrição : 24/04/2009

MensagemAssunto: Re: Alte que aí vamos nós outra vez (14MAR2015)   Seg 16 Mar 2015, 22:13

O dia prometia boa estrada e paisagem a condizer. O trajecto não era novo, já por aqui andámos há cerca de 3 anos quando as Tigras ainda eram bebés (se bem me lembro, essa foi mesmo a volta de estreia da Tiger do Rui).

Eu andava ressacado de meter o Tigre na rua, desde o ano passado que não saia à rua.

Bem cedinho arrancámos da estação de serviço do fogueteiro para deixar a A2 perto de Montemor. Daqui em diante só estrada boa.

Logo à saída de Montemor enfiamo-nos pela N2, que para quem não conhece atravessa Portugal de Norte a Sul. Neste caso só iriamos fazer cerca de meio trajecto, mas bem bom diga-se de passagem.

Adoro fazer este bocado, tem um bocado de tudo. Paisagens bucólicas das mais bonitas (em especial nesta altura colorida pela estação), rectas longas que se estendem no horizonte que vão alternam com curvas bem jeitosas. Finalmente, mais adiante na serra do Caldeirão uma boa pista sinuosa que sendo um pouco mais exigente no jogo de cintura dá um gozo tremendo. De prémio passa-se ao largo de umas quantas vilas e aldeias típicas alentejanas das melhores preservadas, a saber – Odivelas, Ferreira do Alentejo, Ervidel, Castro Verde, Aljustrel, Almodôvar…



Foi precisamente em Ferreira que parámos para aconchegar o estômago.



E foi só a partir daí que o tempo aqueceu. Até aqui tínhamos estado a rapar o bom briol da madrugada Alentejana.

Raios parta que já me tinha esquecido o quão é agradável rolar por este troço… Para mim que gosto de ir apreciando o cenário, este bocado é divinal. Se não conhecessem é obrigatório fazerem este pedaço de cerca de 100km de Ferreira até ao Barranco do Velho.

A meio do caminho tivemos de parar para uma pausa técnica… E mais uma foto do Barradas a mudar a água às azeitonas.



Finalmente entrámos na Serra do Caldeirão onde a estrada começa a ficar bem retorcida furando pelo meio do arvoredo. Fomos descontraídos em ritmo suficiente calmo para apreciar o traçado e cenário.



Paragem breve no miradouro para contemplar a Serra.



E seguimos viagem em direcção ao Barranco Velho. Curiosamente estávamos adiantados no horário, o que comprometia o almoço num famoso tasco em Cortelha onde há 3 anos tínhamos sido maravilhosamente servidos.

Optámos por seguir o trajecto e almoçar num boteco qualquer de caminho quando nos desse a fome.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Cobra

avatar

Mensagens : 2449
Data de inscrição : 24/04/2009

MensagemAssunto: Re: Alte que aí vamos nós outra vez (14MAR2015)   Seg 16 Mar 2015, 22:38



E assim chegámos à Fonte da Benémola, área de paisagem protegida do Barrocal Algarvio.



Seria uma visita de médico, pois o local merece uma caminhada cuidada para se alcançar os locais mais bonitos.



Mesmo assim o Barradas tinha preparado uma mini-travessia por trilho de terra acessível.



Fosgasse, que estas motos são giras à brava de qualquer ângulo...



Entrámos por um lados, saímos pelo outro e regressámos à estrada, já com as Tigers borradas de pó.

Próximo ponto ainda antes de almoço, Rocha da Pena. Outro sítio classificado do Barrocal Algarvio e também com os seus 479m de altura uma das suas elevações.



Não pretendíamos ir mesmo até lá acima, até porque estávamos no hora de almoço e não queríamos nos meter em trabalhos.

Iriamos até ao parque de merendas, já a boa altura. Para isso tínhamos de trilhar um caminho de terra até lá acima.

Curva manhosa à direita, para a entrada no trilho e eis que, um carro de frente a descer… O gajo encostou-se e lá passámos por ele encostado.

A estrada era um pouco manhosa com algum cascalho e regos não muito profundos. Por vezes sentia a roda da frente a cirandar, sinal para dar um pouco de gás da roda traseira.

Finalmente no topo, fez-se a paragem e fotos das ordem.





Estávamos no pico do calor, e o Barradas começou a aligeirar a roupa, sem medos…



Mais umas fotos às vistas, que valem a pena.





continua…

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Alte que aí vamos nós outra vez (14MAR2015)   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Alte que aí vamos nós outra vez (14MAR2015)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Alte que aí vamos nós outra vez (14MAR2015)
» VAMOS PRESTAR MAIS ATENÇÃO AMIGOS!
» Vamos ajudar o Ilídio!
» A minha OUTRA menina do Balasteiro ??!!
» Pneu dianteiro de uma marca X pneu traseiro de outra...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Comando Padeiros - Mototurismo em Horários de Padeiro :: COMUNIDADE :: Crónicas de Passeios-
Ir para: